• Maria Luiza Valeriano

Confira as melhores fotos científicas de abril

As fotos foram selecionadas pela equipe fotográfica da revista Nature



A revista Nature selecionou as fotos mais impactantes de elementos científicos do último mês. Acesse o link para conferir todas: https://www.nature.com/articles/d41586-020-01348-y



Foto: Katie Orlinsky para National Geographic


Cratera Batagaika. A cratera localizada na Sibéria mede cerca de 1km de comprimento e 90m de profundidade. Cada ano, devido ao aquecimento climático, a cratera cresce enquanto a terra descongela. A terra contribui para entender a história geológica da terra através das camadas de sedimentos e fósseis encontrados.



Crédito: Witvliet et al., 2020


Pesquisadores da Universidade de Harvard conseguiram reconstruir uma imagem do cérebro de uma minhoca. A imagem mostra todos os nervos e fibras musculares presentes no cérebro do Caenorhabditis elegans, importante na biologia no estudo do desenvolvimento animal. As cores representam diferentes tipos de célula: rosa para sensório e azul para funções motoras.



Foto: ROV SuBastian/SOI


O animal conhecido como sifonóforo foi capturado em uma exploração na costa da Austrália. Medindo 46m, pode ser o maior animal descoberto até hoje. O comprimento ultrapassa duas vezes o tamanho de uma baleia azul. O sifonóforo aparenta ser um animal, mas é composto por uma longa linha de organismos pequenos chamados zooides, que não conseguem sobreviver sozinhos. Se alimentam de peixes pequenos e crustáceos.








Receba nossas atualizações