• Maria Luiza Valeriano

Banco de dados da Amazon vaza dados de mais de 250 mil pessoas

Especialistas estimam que os dados estavam expostos desde o dia 26 de março



O site Safety Detectives detectou o vazamento de 272 GB de dados armazenados em servidores da Amazon. As informações como nome, endereço, e-mail, telefone e senhas estavam incluídas. O site especializado em sistemas de segurança digitais afirma que os servidores eram relacionados ao site da Natura e, além dos dados gerais, 40 mil pessoas tiveram seus dados de contas relacionados à MOIP/Wirecard, que processa pagamentos, expostas.


O vazamento ocorreu em servidores nos Estados Unidos, mas cerca de 90% dos consumidores são brasileiros. Segundo a Safety Detectives, a informação foi repassada imediatamente à Natura no dia da descoberta, 12 de abril, mas o relatório foi publicado no dia 19 de maio. Os dados incluíam:


Nome completo

Nome da mãe

Data de nascimento

Nacionalidade

Gênero

Informações de login no site natura.com.br, incluindo senhas criptografadas

Modelos de e-mails de boas-vindas

Nome de usuário e apelido

Detalhes da conta no MOIP

Credenciais de API, incluindo senhas não criptografadas

Histórico de compras

Número de telefone

Endereço de e-mail

Endereço físico

Token de acesso ao sistema do site wirecard.com.br


O site de segurança alerta que as informações podem apresentar ameaça séria aos consumidores na área de cybersegurança. Os dados podem ser usados por hackers para realizar golpes digitais de diversas formas. A plataforma do notícias “The Hack” entrou em contato com a Natura, que, por sua vez publicou o posicionamento oficial:


“Em relação ao relatório da empresa Safety Detectives, a Natura esclarece que detectou um ambiente vulnerável em um servidor de teste, que não faz parte de seus sistemas produtivos da companhia. O ambiente foi eliminado imediatamente após ser identificado, sem risco de exposição de dados.


A Natura realiza atualizações frequentes em seus sistemas e tem redobrado o cuidado com a segurança da informação. Falhas de segurança detectadas pela companhia ou por parceiros são submetidas a análise técnica criteriosa. Caso a apuração indique potencial risco a consultoras e consumidores, eles são comunicados imediatamente sobre o ocorrido.


A Natura reafirma assim o seu compromisso com a ética e a transparência.”


Receba nossas atualizações